Como Finalizar TODAS as Suas Músicas

Você já foi um produtor musical promissor, mas a vida trouxe desafios que te afastaram do caminho da música?

Se você está determinado a retomar sua paixão pela produção musical, eu tenho boas notícias para você!

Neste artigo, vou compartilhar dicas valiosas para acelerar seu processo de reaprendizado e ajudar você a finalizar suas músicas.

1. Pesquisa Musical e Referências Atuais:

  • Comece baixando músicas atuais que estão em alta e que você gosta.

Baixando músicas atuais, você irá renovar seu interesse em produzir e terá muito mais ânimo, além de estar no caminho certo para produzir hits.

  • Explore diferentes estilos, mas concentre-se naqueles que realmente te inspiram.

Quando a cena muda, os estilos musicais mudam juntos. Procure em sites como o beatport, quais são os estilos em alta atualmente e concentre-se em encontrar os que possuem características em comum com as músicas que você já ouve e gosta.

  • Utilize plataformas como YouTube para encontrar sample packs e preset packs gratuitos ou considere assinaturas em serviços como o Splice

Novos samples te darão uma nova visão sobre a música, além de ajudarem muito na sua produção. Aqueles packs antigos que eram baixados com mais de 50gb de conteúdo eram confusos e difíceis de serem utilizados atualmente.

2. Remakes para Praticar:

  • Faça remakes de músicas que você gosta. Use suas próprias faixas antigas como ponto de partida, recriando os kicks, claps e presets.

Remakes são técnicas que não são exclusivamente de iniciantes, muito pelo contrário. Grandes artistas se baseiam em tracks atuais e referências para destravar na produção.

Ps: no ableton, utilize a função “External Out” para evitar influências da masterização da música original.

3. Estabeleça Metas e Consistência:

  • Dedique pelo menos uma hora por dia durante a semana para produzir. Mantenha consistência, mas não ultrapasse esse limite para evitar saturação.

Se você parou um dia, é porque ficou massivo e difícil de manter a vida pessoal e a produção junto. Não cometa o mesmo erro novamente.

  • Defina metas realistas, como criar partes específicas de uma música a cada sessão.

Na segunda feira pode ser o dia do drop, terça break, etc. Não tente fazer tudo num só dia.

4. Mapa Estrutural:

  • Crie um mapa da estrutura da música, identificando partes como introdução, drops, breaks e subidas.

O MIDI map como gosto de chamar, vai te ajudar a estruturar a música completa. Você terá todo o caminho certo para seguir sem se confundir com o projeto ficando bagunçado.

  • Utilize cores diferentes para representar elementos como bateria, baixo e leads, facilitando a visualização da estrutura.

5. Loop Completo e Harmonia:

  • Monte um loop completo que inclua elementos essenciais, como kicks, claps, e baixo.

Quando digo completo, é completo mesmo! A maior parte do tempo de produção é dedicado nessa etapa. Tenha um loop do qual você se orgulhe e procure manter no tamanho de 32 batidas.

  • Mantenha a harmonia entre os elementos, mesmo que inicialmente pareçam estranhos juntos.

A ideia é colocar elementos que no fim das contas não estarão aqui, mas ajudarão em outras seções. Faça um loop bom e comece a fazer camadas com instrumentos que irão no break, instrumentos, acordes, etc. 

6. Duplicação e Ajustes:

  • Duplica o loop completo para criar seções posteriores, como drops e breaks.

Copie e cole o loop ao longo de toda a música

  • Ajuste elementos para criar variações harmônicas ao longo da música.

7. Remoção de Elementos:

  • Elimine elementos desnecessários em diferentes seções da música para criar dinâmica.

Isso é questão de contraste, você irá deixar partes mais vazias e partes mais cheias da música. Em dúvida sobre como seguir? Confira sua referência.

Lembre-se, o importante é se divertir no processo e não colocar muita pressão sobre si mesmo. 

O retorno à produção musical pode ser uma jornada gratificante, repleta de aprendizado e descobertas. 

No vídeo eu ensino o passo a passo sobre toda a estruturação de uma maneira simples e rápida de ser seguida:

Ao seguir essas dicas, você estará no caminho certo para finalizar todas as suas músicas e recuperar o prazer na produção musical. Boa sorte!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrinho de compras